Error message

  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 206 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 213 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).
  • Notice: Array to string conversion in views_plugin_cache->gather_headers() (line 218 of /home/drib/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_cache.inc).

10 golos apontados no tempo de compensação que mudaram o resultado final de um jogo

Equipa festejar golo

O tempo de compensação de um jogo de futebol que é dado pelo árbitro principal faz suar de nervosismo todos os adeptos que sentem que o seu clube está com dificuldades em segurar o ímpeto atacante da equipa adversária. Nessas alturas, o querer vencer pode ser mais forte que o receio em sofrer e daí podem resultar golos extraordinários que decidem um jogo ou uma competição. Conheça os 10 golos apontados no tempo de compensação que mudaram o resultado final de um jogo e que ficaram gravados na história do futebol.

1. Ole Gunnar Solskjær – Final da Liga dos Campeões 1999

Resultado: Manchester United 2-1 Bayern de Munique

Competição: Final da Liga dos Campeões 1999, Estádio Camp Nou.

Contexto: Na temporada de 1998/1999, Alex Ferguson, treinador principal do Manchester United FC desde 1986, procurava o seu primeiro título de Campeão Europeu, o segundo para o clube inglês. Conseguiu conquistar essa competição, depois de ter vencido o Campeonato Inglês, a Taça de Inglaterra e a Taça Intercontinental.

Jogo: A final da Liga dos Campeões desse ano foi um ataque à saúde dos adeptos ingleses. O Bayern de Munique viu-se a ganhar aos seis minutos com um golo de Mario Basler. A partir daí, a posse de bola passou para os ingleses que tentaram, em vão, ultrapassar a forte defesa alemã durante os 84 minutos seguintes.

A equipa de Manchester teve uma organização atípica durante boa parte do tempo, com a deslocação de Roy Keane e Paul Scholes das suas posições habituais. Aos 67 minutos, a substituição de Jesper Blomqvist por Teddy Sheringham colocou Ryan Giggs à esquerda, David Beckham à direita e Dwight York numa posição mais avançada. Foi o suficiente para trazer a equipa à sua melhor forma.

Quando o relógio marcou os 90 minutos, a equipa ainda perdia. Mas, 30 segundos depois, surge o primeiro golo. O segundo, nos descontos, daria a vitória ao Manchester United. Nunca um jogo fora resolvido de forma tão dramática e, ao mesmo tempo, tão sensacional.

Golo: Neste jogo, ambos os golos poderiam figurar na lista, mas o segundo marca a vitória do Manchester. O primeiro foi marcado na sequência de um pontapé de canto. Toda a equipa inglesa estava presente na grande área, incluindo o guarda-redes Schmeichel. O guarda-redes da equipa alemã não conseguiu afastar muito a bola e Giggs tenta um remate, que sai frouxo. Sheringham completou a intenção de golo do colega de equipa, deixando o jogo em aberto.

Menos de 30 segundos depois do pontapé de saída, o United consegue outro pontapé de canto. Beckham marca o canto e a bola encontra Sheringham. Este desvia-a de cabeça e Ole Gunnar Solskjær, o jogador introduzido por Ferguson quando faltavam 10 minutos para os 90, envia a bola para as redes do Bayern com um pontapé certeiro. Solskjær festeja deslizando os joelhos no relvado, tal como na celebração de Basler.

2. Andrés Iniesta - Meias Finais da Liga dos Campeões 2009

Resultado: Chelsea 1-1 Barcelona

Competição: 2ª Mão das Meias Finais da Liga dos Campeões, Estádio Stamford Bridge

Contexto: O jogo da 1ª Mão das Meias Finais da Liga dos Campeões de 2009 entre o FC Barcelona e o Chelsea FC terminou empatado a zero bolas. A 2ª Mão decidiria quem iria vencer a eliminatória e passar à Final. Foi o início de um período de dominação europeia do Barcelona de Pepe Guardiola.

Jogo: Em Stamford Bridge, a equipa da casa adiantou-se no marcador graças a um golo madrugador de Michael Essien aos 9 minutos do encontro. O médio ganês rematou de fora da área para o interior da baliza defendida por Víctor Valdés.

Em vantagem no jogo e na eliminatória, o Chelsea aguentou o resultado, apesar da posse de bola pertencer, maioritariamente, à equipa espanhola e de esta permanecer a maior parte do tempo no meio campo inimigo. O Chelsea equilibrava com contra-ataques incisivos. Entretanto, três casos de faltas penalizáveis por penáltis surgem, trazendo alguma polémica ao jogo. Aos 66 minutos, Éric Abidal é expulso, deixando a equipa da Catalunha com apenas 10 jogadores. Os 90 minutos esgotaram-se quando um golo de Iniesta mudou completamente a eliminatória.

Golo: Aos 93 minutos, Dani Alves recebe, na grande área, uma bola mal aliviada pela defesa do Chelsea. A bola desliza dos seus pés para os de Leonel Messi. O craque argentino simula um remate à baliza, libertando a linha de passe para Iniesta, ao obrigar três defesas a interpor-se entre ele e a baliza. Iniesta recebe a bola praticamente na mesma posição que Essien tinha recebido no golo do Chelsea e remata em força para o fundo da baliza.

3. Platini - Meia Final do Campeonato da Europa 1984

Resultado: França 3-2 Portugal

Competição: Meia Final do Campeonato da Europa de 1984, Stade Vélodrome

Contexto: A Seleção da França tinha todos os argumentos para ganhar o Campeonato da Europa. Michel Platini afirmava-se como um dos melhores jogadores europeus e o meio campo francês era muito completo. A seleção francesa mostrou-se merecedora do título, mas uma equipa quase impediu que a França ganhasse o campeonato: Portugal, que se tinha qualificado para a prova pela primeira vez na sua história.

Jogo: O confronto entre França e Portugal é, muitas vezes, considerado como um dos melhores na história da competição. Jean-François Domergue abriu o marcador aos 24 minutos, mas a igualdade chegou através de Rui Jordão aos 74 minutos e abriu caminho a 30 minutos de tempo extra. Aos 98 minutos, outro golo de Jordão deu a liderança da eliminatória aos portugueses. Aos 114 minutos de jogo, Domergue trouxe de novo a igualdade aos marcadores. Parecia que só restava esperar pelos penaltis, que tinham dado a eliminação da França dois anos antes. Mas, Platini resolveu o jogo a favor da França.

Golo: Os 120 minutos estavam prestes a terminar quando a França tenta por uma última vez o golo. A bola vem da defesa francesa para os pés de Jean Tigana. Este, por sua vez, avança pelo meio campo e tenta um passe para a grande área, que é cortado pela defesa portuguesa. No entanto, Tigana recupera a bola e rasga pela grande área até quase chegar ao extremo direito da baliza. Aí, entrega a bola a Platini num voo rasante sobre as luvas do guarda-redes português Bento. Bastou a Platini pontapear o esférico para o fundo das redes, superando 3 defesas e Bento, que corria já em direção ao francês.

4. Hans-Georg Schwarzenbeck - Final da Taça dos Campeões Europeus 1974

Resultado: Bayern de Munique 1-1 Atlético de Madrid

Competição: Final da Taça dos Campeões Europeus 1974, Heysel

Contexto: O Bayern de Munique não convenceu até à final da Taça dos Campeões Europeus, mas o empate em cima do tempo regulamentar negou a taça ao Atlético de Madrid, que seria a primeira da sua história. Daí, resultou a primeira repetição de um jogo na competição e o clube alemão venceu por 4-0.

Jogo: No cômputo geral, foi um jogo muito sóbrio que se prolongou para os 30 minutos extra. O Atlético, por intermédio de Luis Aragonés, marca aos 114 minutos. Normalmente, qualquer equipa a perder tão tarde num jogo não conseguiria lutar o suficiente para impedir a derrota. Mas, o Bayern de Munique não era uma equipa qualquer.

Golo: O conjunto bávaro avançou no campo e a bola acabou por sobrar para Hans-Georg Schwarzenbeck, um jogador com um perfil defensivo. A 22 metros da baliza, Schwarzenbeck atirou baixo mas com força para a baliza, onde a bola entrou no canto inferior.

5. Ronald Koeman - Final da Taça dos Campeões Europeus 1992

Resultado: Barcelona 1-0 Sampdoria

Competição:  Final da Taça dos Campeões Europeus 1992, Wembley

Contexto: Esta foi a última Final da Taça dos Campeões Europeus, antecessora da Liga dos Campeões. O Barcelona não tinha ainda vencido a competição, tendo estado presente em duas finais de onde saiu derrotado. Esta seria a primeira vitória na competição maior da Europa, a realização da equipa de sonho de Johan Cruyff e a transformação finalmente do Barcelona num dos maiores clubes da Europa e do mundo.

Jogo: O jogo, apesar de animado, arrastava-se para além dos 90 minutos, atingindo os 30 minutos extra. Os penaltis não estavam longe e fora dessa forma que o Barcelona tinha perdido a final em 1986. Finalmente, o minuto 111 trouxe o golo de Koeman que resolveu o encontro.

Golo: Um livre indireto a cerca de 20 metros da baliza deu origem ao golo. Hristo Stoichkov passou a bola a Jose Maria Bakero e este a Ronaldo Koeman, que atirou a bola à baliza praticamente no ponto onde a bola estava quando o árbitro apitou para que o livro fosse marcado.

6. Ryan Giggs - Meias Finais da FA Cup 1999

Resultado: Manchester United 2-1 Arsenal

Competição: Meias Finais da FA Cup 1999, Villa Park

Contexto: Um jogo entre as duas equipas líderes do campeonato inglês perto do seu final. O primeiro ficara a zeros e foi necessário repetir o jogo. Seria a última vez que tal aconteceria. A vitória do Manchester United embalou o clube para a vitória da competição e da Premier League, onde a disputa se fazia principalmente entre os devils e os gunners.  

Jogo: Uma partida muito disputada entre dois clubes que já não perdiam desde o Natal. David Beckham marca para o Manchester aos 17 minutos, mas Dennis Bergkamp dá a igualdade ao clube londrino aos 69 minutos de jogo. Roy Keane é expulso e deixa o United a jogar com 10. Aos 92 minutos, Peter Schmeichel nega o golo da vitória ao Arsenal FC, defendendo a grande penalidade marcada por Bergkamp. O Arsenal continuava a dominar a partida e pouco parecia faltar para que o United cedesse. Mas Giggs mudou tudo.

Golo: O avançado Ryan Giggs aproveitou um mau passe de Patrick Vieira no seu meio campo. Com o esférico nos pés, ultrapassou 5 jogadores do Arsenal. Quando parecia que já tinha levado a bola demasiado longe, envia-a para o teto das redes da baliza de David Seaman, resolvendo o jogo.

7. Trezeguet - Final do Campeonato da Europa 2000

Resultado: França 2-1 Itália

Competição: Final do Campeonato da Europa 2000, De Kuip

Contexto: O Euro 2000 foi a primeira competição europeia de seleções a ocorrer em dois países: a Bélgica e a Holanda. A presença da França na final atesta a qualidade da prestação da seleção na competição e trouxe a oportunidade de um feito apreciável que na altura só tinha sido alcançado (e ultrapassado) pela Alemanha: a conquista de dois campeonatos da Europa. A competição foi ainda uma demonstração rara do poder de muitos atacantes das várias seleções no auge das suas carreiras.

Jogo: A Itália marca primeiro aos 55 minutos por intermédio de Marco Delvecchio. Sylvain Wiltord, que tinha entrado aos 57 para o lugar de Christophe Dugarry, marca aos 90 minutos, forçando os 30 minutos complementares e dando mais uma hipótese à França.

Golo: Aos 103 minutos, outro substituto, Robert Pirès (entrou ao 86 para o lugar de Bixente Lizarazu), rouba a bola a um defesa italiano e avança quase até ao fim do campo, driblando entre os italianos. Passa a Trezeguet, que estava mesmo em frente da baliza. Este rematou para a baliza num half-volley, num dos melhores golos do euro desse ano, batendo o guarda-redes Francesco Toldo.

8. Oliver Bierhoff - Final do Campeonato da Europa 1996

Resultado: República Checa 1-2 Alemanha

Competição: Final do Campeonato da Europa 1996, Wembley

Contexto: A Alemanha chega a este embate com o intuito de ganhar a terceira final do Campeonato Europeu. Este seria o último campeonato conquistado pela Mannschaft.

Jogo: O penálti convertido pelo checo Patrick Berger aos 59 minutos poderia ter ditado o destino da taça. No entanto, aos 73 minutos, o golo da igualdade de Oliver Bierhoff voltou a colocar a Alemanha no caminho da vitória. No prolongamento, o avançado alemão marcou o seu segundo golo no jogo e levou o troféu para a Alemanha.

Golo: Quando o relógio marcava 95 minutos, a defesa alemã realizou um passe longo que encontrou um destino seguro na grande área checa. Alguns passes dos atacantes alemães encontraram os pés de Bierhoff, que rematou à baliza. A bola tocou as mãos do guarda-redes checo Petr Kouba para terminar nas redes. Este foi o primeiro golo de ouro dos Campeonatos Europeus.

9. Mário Jardel - Supertaça Europeia 2000

Resultado: Real Madrid 1-2 Galatasaray

Competição: Supertaça Europeia 2000, Stade Louis II

Contexto: O jogo juntou o vencedor da Liga dos Campeões (Real Madrid CF) e o vencedor da Taça UEFA (Galatasaray SK). Pode-se dizer que a vitória veio de onde menos se esperava.

Jogo: O primeiro golo surge dos pés do jogador do clube turco Mário Jardel. Um penálti dá a vantagem no marcador ao Galatasaray aos 41 minutos. Outro penálti, marcado por Raúl, equilibrou o resultado.

Golo: Apenas aos 103 minutos se encontrou o vencedor da partida. O golo é de Jardel, mas não existiria sem o trabalho de Fatih Akyel, que atravessou a defesa madrilena e soube encontrar o brasileiro na grande área.

10. Laurent Blanc - Oitavos de Final do Campeonato do Mundo 1998

Resultado: França 1-0 Paraguai

Competição: Oitavos de Final do Campeonato do Mundo 1998, Stade Félix Bollaert

Contexto: O Campeonato do Mundo realizado em França podia não ter sido conquistado pela equipa da casa a julgar pela dificuldade que a seleção francesa teve em ganhar este jogo. 

Jogo: Nenhum golo surgiu até ao final do tempo regulamentar. Esperava-se mais de um Thierry Henry que acabou por se lesionar. Robert Pirès substitui-o e tentou marcar o golo que asseguraria a passagem aos Quartos de Final. No entanto, só chegou em forma de golo de ouro. 

Golo: Aos 113 minutos, um inspirado passe de Pirès levou o esférico à grande área. Aí, David Trezeguet passa a bola a Laurent Blanc, que, à figura do paraguaio José Luis Chilavert, a envia para o fundo da baliza. Foi o primeiro golo de ouro na história do Campeonato do Mundo.

A sua votação: