10 jogadores de futebol com mau feitio

Os grandes craques do mundo da bola também podem ser detentores de um “feitio muito especial”. Na maior parte dos casos, deviam ficar na história pelas suas qualidades futebolísticas, mas acabam por ficar por outras razões menos boas. Conheça 10 exemplos de grandes jogadores de futebol que ficaram conhecidos pelo seu mau feitio.

1. Mário Balotelli

Mário Balotelli

O avançado italiano é um atleta com tanto de génio como de mau feitio. Ele é conhecido pela alcunha de “Super Mário” e de “El Loco” e sempre teve vários conflitos com os seus treinadores. A sua irreverência em campo tem-lhe provocado inúmeros castigos disciplinares, o que o levou à mudança de clube: do Manchester City para o AC Milan. Contudo, fora das quatro linhas, o mau comportamento também é evidente, uma vez que já pegou fogo à sua casa ao lançar foguetes de artifício pela janela da sua própria casa de banho.

2. Eric Cantona

Eric Cantona

Eric Cantona é um futebolista francês que dispensa apresentações, pois foi um dos maiores jogadores de futebol do mundo na década de 80 e 90. No entanto, devido ao seu mau comportamento, também foi considerado um “enfant terrible” para adeptos, companheiros e treinadores:

  • Em 1986, quando jogava no Auxerre, agrediu violentamente o colega de equipa Bruno Martini;
  • Dois anos depois, durante um programa de televisão, insultou o seu próprio treinador;
  • No Montpellier, agrediu um colega atirando-lhe com as chuteiras durante um treino;
  • No Manchester United ficou conhecido por ter pontapeado um adepto que se encontrava na bancada.

Além destes episódios, ele foi alvo de vários processos disciplinares, suspensões e multas, mas nada impediu que tivesse sido um dos melhores jogadores franceses de todos os tempos.

3. Paul Gascoigne

Paul Gascoigne

Paul Gascoigne, também conhecido por Gazza, foi um dos melhores jogadores ingleses de sempre. Ele era detentor de uma excelente qualidade técnica e um lado humano muito sensível e generoso. No entanto, a sua carreira sempre este ligada a momentos bizarros, como por exemplo:

  • Quando tinha 20 anos e foi preso por conduzir sem carta, tendo atropelado um peão;
  • No Newcastle, conduziu um trator agrícola contra o muro que circundava o campo de treinos;
  • Depois de uma vitória da Seleção da Inglaterra frente à Seleção da Noruega, Gascoigne disse a um jornalista: “Fuck off Norway!” (em português: “Vão-se lixar Noruega!”).

Paul Gascoigne representou clubes como o Newcastle, Tottenham, Lázio, Glasgow Rangers, Middlesbrough, Everton e Boston United. Na fase final da sua carreira, veio ao de cima a sua dependência em relação ao álcool e às drogas.

4. Paulinho Santos

Paulinho Santos

Portugal também teve o seu “bad boy”: Paulinho Santos. Tratou-se de um médio defensivo que ficou conhecido pela forma ríspida e bastante agressiva com que disputava todos os lances. Muitos dos seus ex-companheiros de equipa e até mesmo adversários ainda hoje afirmam que se tratava de um excelente companheiro, no entanto, o seu temperamento e comportamento em campo mostravam precisamente o contrário. Ele começou a jogar no Rio Ave e terminou a carreira no FC Porto.

5. Gennaro Gatuso

Gennaro Gatuso

O ex-jogador do Milan ficou com a alcunha de “cão de guarda” devido à sua forma agressiva de estar em campo. Ele atuava como médio defensivo e era muito forte e acutilante nas situações de um para um e no desarme dos jogadores contrários. Ele representou o Perugia, o Glasgow Rangers, o Milan (durante 13 anos) e o Sion, da Suíça. Ficou célebre o momento em que festejou um golo de forma provocatória “na cara” do dinamarquês Poulsen.

6. Luís Suárez

Luís Suárez

Luís Suárez é um avançado extraordinário que ficou na história do futebol por ter agredido dois adversários à dentada: Bakkal, jogador do PSV Eindhoven e Ivanovic, do Chelsea. Além disso, ele também foi punido com oito jogos de castigo por ter proferido palavras de índole racista contra o defesa francês Patrice Evra do Manchester United. Até ao momento, o uruguaio representou o Nacional de Montevideo, o Groningen, o Ajax de Amesterdão e o Liverpool.

7. Zlatan Ibrahimovic

Zlatan Ibrahimovic

Ibrahimovic joga atualmente no Paris Saint-Germain e já representou clubes como o Malmö, o Ajax, a Juventus, o Inter de Milão, o Barcelona e o Milan. Ele já jogou em vários clubes e campeonatos diferentes e em parte isso fica a dever-se ao seu mau feitio e mau relacionamento com os treinadores. Em 2005, após a comemoração do título pela Juventus, o avançado sueco culpou o colega Trezeguet por o ter convencido a apanhar uma tremenda bebedeira de vodka.

8. Pepe

Pepe

Joga atualmente no Real Madrid. É um jogador nascido no Brasil e naturalizado português. Ele atua na posição de defesa central ou de médio defensivo e tem um estilo de jogo imperial. Trata-se de  um jogador poderoso que não hesita em usar o poder físico para parar os adversários. Curiosamente, é muito disciplinado no cumprimento das orientações táticas da equipa. Ele já jogou em vários clubes: Corinthians, Marítimo, Sporting, FC Porto e Real Madrid.

9. Marco Materazzi

Marco Materazzi

O futebolista italiano ficou conhecido por ter levado uma “cabeçada” no peito de Zinedine Zidane, na final do Campeonato do Mundo de 2006. No entanto, independentemente de ter sido a vítima neste episódio particular, o defesa central já foi muitas vezes réu. Por exemplo, quando na época 2002/2003 “presenteou” Bruno Cirillo, do Siena, com um soco na cara e em 2005/2006 deu uma cotovelada no rosto de Sorín, do Villareal, deixando-o a sangrar. Materazzi destacou-se ao serviço do Perugia e depois atuou no Inter de Milão durante dez épocas.

10. Diego Costa

Diego Costa

Diego Costa é um futebolista brasileiro que se encontra ao serviço do Atlético de Madrid. Ele já atuou no  Barcelona Esportivo, Penafiel, Sporting de Braga e ao serviço do Atlético de Madrid já foi emprestado a clubes como o Celta de Vigo, Albacete, Rayo Vallecano e Valladolid. Trata-se de um jogador muito temperamental que disputa cada lance como que se do último se tratasse. Num jogo contra o Real Madrid, o avançado brasileiro mostrou todo o seu mau génio ao trocar violentas “cuspidelas” com o defesa central Sergio Ramos.

A sua votação: