Os 15 estádios de futebol com maior lotação do mundo

O futebol é uma das modalidades desportivas que mais pessoas leva aos estádios e isso deve-se à sua espetacularidade, emoção e incerteza em relação ao resultado final de um jogo. No entanto, para que as pessoas assistam ao vivo aos seus espetáculos preferidos, é necessário que os estádios tenham condições e capacidade para as acolher. Conheça os 15 estádios de futebol com maior lotação do mundo e saiba porque é que eles são considerados obras de arte extraordinárias.

1. Rungrado May Day Stadium - Pyongyang, Coreia do Norte

O Rungrado May Day é o maior estádio de futebol do mundo. Ele foi inaugurado em 1989 e tem uma capacidade para 150.000 espectadores. É um estádio multiusos, com pista de atletismo, piscina coberta e campo de futebol, onde joga habitualmente a seleção da Coreia do Norte. Com uma altura superior a 60 metros, o estádio tem 8 andares, 10 elevadores e 80 saídas. É visto também como um monumento arquitetónico ao comunismo, onde decorreu a execução de vários generais do exército norte-coreano envolvidos numa tentativa de assassinato contra Kim Jong-il. Embora o principal objetivo do estádio seja acolher grandes desfiles e espetáculos públicos norte-coreanos, é improvável (pela sua localização) que venha a receber grandes torneios de futebol.

2. Salt Lake Stadium - Calcutá, Índia

Também conhecido como Yuva Bharati Krirangan, o multiusos Salt Lake Stadium foi inaugurado em 1984 na cidade de Calcutá, na Índia. Tem capacidade para 120.000 pessoas, é utilizado para competições de atletismo e acolhe os jogos de futebol da seleção nacional da Índia. É também anfitrião de quatro dos maiores clubes de futebol da Índia: Chirag United Sports Club, East Bengal Club, Mohun Bagan Athletic Club e Mohammedan Sporting Club. O Salt Lake Stadium é por isso o principal e mais importante estádio de futebol da Índia.

3. Estádio Azteca - Cidade do México, México

O Estádio Azteca da cidade do México foi inaugurado em 1966 e renovado em 1985. Inicialmente, tinha capacidade para 115.000 espectadores, mas por razões de segurança esse número foi reduzido para as atuais 104.000 pessoas. Na categoria de estádios construídos com fins apenas futebolísticos, é considerado o maior estádio de futebol do mundo, daí ser conhecido como “o Colosso de Santa Úrsula”, pelo seu tamanho imponente. O Azteca é detido pelo Grupo Televisa, e nele jogam a equipa Club América e a seleção nacional de futebol do México. É o único estádio do mundo que recebeu duas finais do Campeonato do Mundo: foi palco de dez partidas no Mundial de 1970, com destaque para a final entre Brasil e Itália (4-1), e no Mundial de 1986 acolheu nove jogos, entre os quais o dos quartos de final entre Argentina e Inglaterra (2-1), memorável pela “mão de Deus” de Maradona, a meia-final e a final entre Argentina e Alemanha (3-2). É por isso também considerado um dos mais emblemáticos e icónicos estádios de futebol do mundo.

4. Azadi Stadium - Teerão, Irão

O Azadi Stadium foi inaugurado em 1971 e renovado em 2002. Ele tem capacidade para 100.000 pessoas e é o maior estádio de futebol do Médio Oriente. Trata-se de um dos mais recintos de jogo mais intimidantes para as equipas visitantes, é a casa da seleção iraniana de futebol e dos rivais Persepolis F.C. e Esteghlal F.C., os dois maiores clubes do Irão. Apesar de ainda não ter acolhido competições de futebol de renome internacional, é palco dos jogos de qualificação da seleção iraniana para os Mundiais. O governo iraniano continua a proibir as mulheres de assistir a jogos de futebol, mas isso não impediu que o estádio ficasse lotado num jogo de qualificação contra o Japão para o Mundial de 2006.

5. Melbourne Cricket Ground - Melbourne, Austrália

Construído em 1853, o Melbourne Cricket Ground (MCG) tem sido alvo de várias remodelações ao longo dos anos. Com uma capacidade atual de cerca de 100.000 pessoas, este estádio multiusos é utilizado principalmente para jogos de cricket, mas também de râguebi e futebol, com destaque para os jogos de qualificação da Austrália para os Mundiais de Futebol. Conhecido apenas como “G”, o maior estádio australiano alberga a equipa de cricket e a seleção australiana de futebol. Todos os anos é palco de mais de 80 eventos, onde participam cerca de 4 milhões de pessoas, com destaque para as cerimónias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de Melbourne, em 1956, e dos Jogos da Commonwealth, em 2006.

6. Camp Nou - Barcelona, Espanha

O Camp Nou foi inaugurado em 1957 e é o estádio da equipa de futebol espanhola F.C. Barcelona. Ele tem uma capacidade de 99.354 espectadores, é o maior estádio de futebol da Europa e um dos mais notáveis do mundo. Tornou-se também um emblema da cultura catalã e da sua identidade. Esta arena tem sido palco frequente de competições de alto nível, como o jogo de abertura do Mundial de 1982, a final dos Jogos Olímpicos de 1992 e a final da Liga dos Campeões de 1999. É ainda neste relvado que a equipa do Barcelona tem celebrado a conquista de inúmeros títulos, entre campeonatos nacionais, Taças do Rei e Liga dos Campeões. Dado o prestígio e reputação do clube, a capacidade do Camp Nou esgota com frequência quando o Barcelona joga em casa. Em 1998 o Camp Nou foi considerado estádio de elite (5 estrelas) pela UEFA, sendo o primeiro em Espanha a integrar essa categoria.

7. FNB Stadium/Soccer City - Joanesburgo, África do Sul

O FNB Stadium, também conhecido como Soccer City, é o maior estádio do continente africano. Ele tem capacidade para 94.736 pessoas, foi construído em 1987 e reformado e ampliado em 2009 para o primeiro Campeonato do Mundo a decorrer em África, o Mundial da África do Sul de 2010. Permanece até hoje como o principal e maior estádio de futebol da África do Sul. A sua fachada é revestida com painéis de fibra de vidro e é apelidado de “Calabash”, por a sua estrutura se assemelhar à cabaça usada tradicionalmente pelos sul-africanos. Foi palco de oito jogos do Mundial de 2010, incluindo o jogo de abertura e a final entre Holanda e Espanha, e alberga os jogos da seleção nacional de futebol sul-africana. Foi também neste estádio que Nelson Mandela fez o seu primeiro discurso em Joanesburgo, após ter sido libertado da prisão.

8. Rose Bowl Stadium - Califórnia, Estados Unidos da América

Neste estádio multiusos ao ar-livre decorre anualmente a partida de futebol americano universitário Rose Bowl, que se realiza no dia de Ano Novo. O Rose Bowl Stadium tem capacidade para 92.542 pessoas e foi também palco de outras competições a nível olímpico e futebolístico, com destaque para os Jogos Olímpicos de 1932 e 1984 e para as finais do Mundial de Futebol de 1994 e do Mundial de Futebol Feminino de 1999. Este é um dos poucos estádios onde se jogaram Finais do Campeonato do Mundo masculino (Brasil-Itália em 1994) e feminino (EUA-China em 1999). A seleção nacional de futebol americana joga ocasionalmente no Rose Bowl, assim como a equipa dos Los Angeles Galaxy. O estádio acolhe ainda jogos amigáveis entre equipas profissionais de futebol. O Rose Bowl é portanto um dos maiores estádios nos EUA a receber competições de futebol.

9. Wembley Stadium - Londres, Reino Unido

Inaugurado em 1923, o Wembley Stadium original foi demolido em 2003 para que fosse construído no seu lugar um novo Estádio de Wembley. Ergueu-se assim em 2007 um impressionante estádio com capacidade para 90.000 pessoas, casa da seleção nacional inglesa de futebol e palco das finais da Taça de Inglaterra e dos playoffs da Liga de Futebol inglesa. O Wembley Stadium é o segundo maior estádio de futebol da Europa e o maior do mundo com todos os lugares sentados abrigados, devido à sua cobertura característica com o arco de suspensão. Considerado um dos estádios de elite da UEFA, o Wembley Stadium integrou o projeto para os Jogos Olímpicos de Londres de 2012.

10. Gelora Bung Karno Stadium - Jakarta, Indonésia

Concluído em 1962 para receber os Jogos Asiáticos, o estádio multiusos Gelora Bung Karno (GBK) foi assim denominado em homenagem ao primeiro Presidente da Indonésia, Sukarno. Com capacidade para 88.306 pessoas, é utilizado sobretudo para jogos de futebol. Nele se realizam os jogos da seleção nacional da Indonésia, finais da Taça, desafios da Tiger Cup e os jogos em casa da equipa de futebol Persija Jakarta. É por isso o principal estádio de futebol da Indonésia.

11. Bukit Jalil National Stadium - Kuala Lumpur, Malásia

O Bukit Jalil National Stadium é um estádio multiusos que foi construído em 1998 para acolher os jogos da Commonwealth. Ele tem capacidade para 87.411 espectadores e é considerado o melhor estádio de futebol da Malásia e o maior do Sudeste da Ásia. O Bukit Jalil National Stadium é casa da seleção nacional de futebol da Malásia e foi remodelado para ser palco de jogos da Asian Cup de 2007. Várias equipas europeias já jogaram neste estádio, com destaque para o Manchester United que realizou um jogo de pré-época aqui, o que lhe conferiu uma exposição global importante.

12. Borg el Arab Stadium - Alexandria, Egito

O Borg el Arab Stadium é o maior estádio de futebol do Egito e o segundo maior de África e foi projetado e construído pelo Corpo de Engenheiros das Forças Armadas Egípcias em 2006. Com capacidade para 86.000 pessoas, fez parte das estruturas propostas pelo Egito quando se candidatou, sem sucesso, a anfitrião do Mundial de 2010. Atualmente, é a casa da seleção nacional de futebol egípcia e palco das finais da Taça Egípcia.

13. Estádio Santiago Bernabéu - Madrid, Espanha

O Real Madrid F.C. é o proprietário do Estádio Santiago Bernabéu, inaugurado em 1947, com capacidade para 85.454 espectadores. Localizado no lugar do antigo estádio do Real Madrid, o Estádio Charmatín, mudou de nome em 1955 passando a chamar-se “El Bernabéu”, em homenagem ao ex-presidente do clube Santiago Bernabéu Yeste. Foi depois sujeito a obras de beneficiação, no primeiro mandato de Florentino Pérez como presidente do Real Madrid. Foi palco da final do Mundial de 1982 e das finais da Liga dos Campeões da UEFA em 1957, 1969, 1980 e 2010. El Bernabéu é considerado um dos mais famosos e prestigiados estádios de futebol europeus, tendo sido denominado estádio de elite (5 estrelas) em 2003 pela UEFA.

14. ANZ Stadium - Sydney, Austrália

Conhecido como Stadium Austrália aquando da sua inauguração em 1999, o ANZ Stadium foi o centro dos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000. Com uma dimensão que poderia alojar quatro Boeings 747, este estádio multiusos tinha uma capacidade inicial de 110.000 pessoas. Após os Jogos Olímpicos foram efetuadas obras de remodelação, que permitiram ao estádio ter dois modelos de configuração de jogo que podem ser trocados em função do tipo de desporto praticado. O ANZ Stadium ficou assim com uma capacidade total de 83.500 pessoas em campo retangular (para jogos de futebol e râguebi) e de 82.000 pessoas em campo oval (para jogos de cricket e da AFL – liga de futebol australiana). É considerado o segundo maior estádio de futebol da Austrália e acolhe jogos da seleção nacional de futebol australiana.

15. Estádio do Maracanã - Rio de Janeiro, Brasil

Construído em 1950 para a fase final do Mundial do Brasil desse ano, o Maracanã foi considerado o maior estádio de futebol do mundo, com lotações que chegaram às 200.000 pessoas no jogo da final (Brasil 1–2 Uruguai). Este estádio ao ar livre, denominado oficialmente Estádio Jornalista Mário Filho, acolheu desde então os jogos em casa da seleção nacional e de quatro dos maiores clubes de futebol brasileiros: Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco da Gama. O Maracanã está atualmente fechado para obras de remodelação, tendo em vista a Taça das Confederações de 2013, o Mundial de 2014, os Jogos Olímpicos e as Paraolimpíadas de 2016. As recomendações da FIFA incidiram sobre aspetos de visibilidade, acessibilidade e segurança, o que levará a uma redução da capacidade do estádio para cerca de 82.200 pessoas. A reabertura do estádio está prevista para o início de 2013.

 

Imagens: 1,2,3,4,5, 6,7,8,9,10,11,12,13,14,15
A sua votação: